Seja bem-vindo
Macaíba,22/02/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Homem fica cego de um olho após adormecer bêbado e de bruços. Entenda

Fonte: Metrópoles
Homem fica cego de um olho após adormecer bêbado e de bruços. Entenda Foto: New England Journal of Medicine

O paciente procurou atendimento em um pronto-socorro depois de passar três dias com dores no olho e sem conseguir enxergar

Um homem de 44 anos de Taiwan ficou permanentemente cego de um olho depois de dormir de bruços, após uma noite de bebedeira. O caso foi registrado no New England Journal of Medicine, na quinta-feira (8/2).

O paciente, que não teve o nome divulgado pelos médicos, procurou um pronto-socorro da cidade de Puzi, em Taiwan, depois de passar três dias com dores no olho e sem conseguir enxergar.

Aos médicos, ele contou que o incômodo começou depois de uma noite na qual tomou remédios para insônia após ter consumido bebidas alcoólicas. A mistura fez com que ele desmaiasse por três horas seguidas em uma posição que pressionava o olho esquerdo.

No exame oftalmológico, a pupila não se moveu e nem respondeu à luz, indicando um quadro de oftalmoplegia, que ocorre quando os músculos oculares ficam paralisados.

De acordo com os médicos, a pressão feita no olho enquanto ele dormia de bruços levou à ruptura dos vasos sanguíneos dos olhos, causando uma hemorragia. O quadro explica porque ele chegou ao pronto-socorro com o olho inchado.

O paciente foi diagnosticado com uma neuropatia óptica isquêmica – lesão que ocorre quando o sangue não flui adequadamente para o nervo óptico, que é responsável por transportar sinais dos olhos para o cérebro e os transformar em imagens.

O problema é mais comum em pacientes com doenças que afetam a circulação sanguínea, como hipertensão, colesterol alto, doenças cardíacas e diabetes.

A neuropatia óptica isquêmica, geralmente, é permanente, uma vez que o nervo óptico para de funcionar e morre. Mas os pacientes podem manter alguma visão periférica.

O paciente também foi diagnosticado com coroidopatia, uma doença que provoca o acúmulo de líquido na retina, área que captura a luz e a converte em imagens. A condição pode causar pontos cegos no centro da visão, além da distorção de objetos, que parecem menores ou mais distantes do que realmente são.

“Esta condição é conhecida como ‘retinopatia de sábado à noite’ devido à sua associação com o uso de álcool e substâncias sedativas”, escreveram os autores do relato do caso.

O taiwanês foi medicado com altas doses de esteroides para evitar que a pressão ocular piorasse. Após quatro meses, ele ainda estava cego do olho esquerdo.




COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.